4 de fev de 2010

Julgamento de Bahá ís mobiliza o mundo



No Brasil três capitais estarão realizando atos de solidariedade e orações em favor da vida das sete lideranças bahá'ís presas por acusações infundadas desde o mês de maio de 2008.

A religião Bahá í surgiu na antiga Pérsia e atualmente possui cerca de 7 milhões de adeptos espalhados em mais de 170 países. No Brasil, a Comunidade Bahá í está presente há quase um século e conta com cerca de 57.000 praticantes. Contudo, em alguns países como no Egito e no Irã, os bahá ís são perseguidos.

No Irã, desde a fundação da Fé Bahá'í em 1844, os bahá ís sofrem perseguições, pois não podem manifestar sua religião abertamente, tem suas casas saqueadas e não consegue ter acesso a serviços como educação e até mesmo trabalho. Além disso, muitos praticantes são presos sumariamente e outros, desapareceram ou foram mortos.

Ressalta-se que desde a Revolução dos Aiatolás o povo iraniano sofre consideravelmente, mesmo aqueles que professam a fé islâmica entre outras fé. Nesse clima de intolerância religiosa, no próximo dia 7 de fevereiro, sete líderes bahá ís serão julgados pela Corte Revolucionária do Irã, conforme a lei de sharia. No último dia 28, dois dissidentes já foram executados pela corte. Diante dessa situação, representantes de organizações civis e de defesa de direitos humanos no Brasil pleiteiam a presença de observadores independentes durante o julgamento e organizam um ato de solidariedade e apelo pela vida dos líderes bahá ís, que será realizado no dia 4 de fevereiro, em São Paulo, Brasília e Goiânia.

Uma carta oficial de repúdio contra a prisão dos bahá'ís solicitando a liberdade destes foi feita pela Dra.Gildeneide dos Passos Freire, Alta Comissária de Direitos Humanos do Parlamento Mundial de Segurança e Paz e Juíza Arbitrária do Mercosul, entre outros documentos serão entregues ao Presidente da comissão de direitos Humanos da OAB doutor Alexandre Prudente Marques que entregará ao presidente do Brasil Luís Inácio Lula da Silva para encaminhar a mesma ao presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, que conta com as assinaturas de outros representantes de várias instituições ligadas aos direitos humanos em Goiânia e Estado de Goiás.


Realização:
-Assessoria Especial de Políticas para Igualdade Racial
-Grupo de Trabalho pela Paz da Prefeitura de Goiânia
-Agentes de Pastoral Negros (APNs)
-Coordenação Nacional de Entidades Negras
-CACUNE Casa de Cultura e comunidades Negras de Goiânia e Goiás
-Ordem dos Advogados do Brasil em Goiânia
-Comissão de Direitos Humanos em Goiânia
-URI-GOIÁS Iniciativa das Religiões Unidas
-Maçonaria Grande Oriente de Goiás

Convidados

-UNIPAZ Goiás
-Forúm Goiano de Mulheres
-Asembléia Legislativa de Goiânia ( Direitos Humanos)
-Representação do Ministério Público Federal
-SEMIRA Secretaria de Políticas para Mulheres e Promoção da Igualdade Racial
-DANDARA Grupo de Mulheres Negras Dandara no Cerrado

Dia: 04 de fevereiro de 2010
Horário: 16:00 às 17:00
Local: Tocantins nº 191 Centro, prédio do Procon municipal no auditório da Assessoria Especial de Políticas para Igualdade Racial


A questão dos direitos humanos e da tolerância religiosa é fundamental para o deslinde deste caso. Aliás, interessante citar um ensinamento da Fé Bahá í “... somos as folhas e os ramos de uma mesma árvore... as gotas de um único mar...".

Atenciosamente

Catarina Cavalcante de Jesus.
Membro Fundadora da URI/Goiás Iniciativa das Religiões Unidas



Programação do Ato Público de Solidariedade pela Vida dos Bahá’ís no Irã


16h as 16:08 - Abertura

José Eduardo da Silva – Assessoria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial

16:08 às 16: 23 -
Cerimônia Bahá’i
Catarina Cavalcante e Dona Zia Pehzeskzad

16:23 às 16: 33 -
Pronunciamento do Presidente da Ordem dos Advogados e da Comissão de Direitos Humanos
Dr. Alexandre Prudente Marques

16:33às 16: 50 - Apresentação do Levantamento dos Bahais e da Fé Bahá'í no Irã
Juíza Arbitrária do Mercosul e Membro da Comissão de Direitos Humanos da OAB de Goiânia
-Dra. Gildeneide dos Passos Freire

16:50 às 17:00 -
Apresentação do vídeo 300 Mil Vozes


17:00 às 17:15 -
Espaço livre de 2 minutos para representantes de instituições possam falar sobre a questão da liberdade religiosa

17: 15
Encerramento



"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos"
-Bahá'u'lláh-


Nenhum comentário:

                            Quando a Semente Germina e dá Belos Frutos.                                  Uma História de fé, encantadora! ...