24 de set de 2011

Semana Primavera da Paz e XXVIII Semana Bahá’í de Goiânia

Universidade Salgado de Oliveira—UNIVERSO




Semana da Primavera da Paz na UNIVERSO-Universidade Salgado de Oliveira, na oportunidade estavam presentes representantesda UNIPAZ-Goiás, Ministério Público de Goiânia, Grupo de Trabalho da Paz-GT da Paz da prefeitura de Goiânia, Rede Permanente Pela Paz, Projeto Educação para aPaz, Amigos da Paz entre outras instituições representadas se reuniram para oficializar a abertura das ações pela paz em Goiânia.

Como Representante da Comunidade Bahá’í de Goiânia tive a oportunidade de falar um pouco sobre a Fé Bahá’í eseus princípios, seu Fundador, e sobre o Monumento a Paz em Goiânia. Nesta ocasião achei oportuno fazer uma leitura dos parágrafos da mensagem:



A Promessa da Paz Mundial.

“Aos Povos do Mundo:

A Grande Paz - para a qual as pessoas de boa vontade orientaram os seus corações através dos séculos, acercada qual inúmeras gerações de profetas e poetas expressaram as suas visões, ecuja promessa foi continuamente reafirmada ao longo das eras nas escrituras sagradas da humanidade - encontra-se agora, finalmente, ao alcance das nações.Pela primeira vez na História, é agora possível ver o planeta em sua totalidade, com os seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. A paz mundial não é somente possível, mas inevitável. É o próximo estágio na evolução deste planeta - ou, conforme disse um grande pensador,"a planetização da humanidade".

Se essa paz será alcançada somente depois de horrores inimagináveis, precipitados pelo apego obstinado da humanidade a velhos padrões de comportamento, ou se será concretizada agoraatravés de um ato de vontade coletiva - eis a escolha que se oferece a todos osque habitam a Terra. Nesta conjuntura crítica, em que os problemas de difícil tratamento que confrontam as nações foram fundidos numa preocupação comum pelobem-estar do mundo todo, a nossa inércia face à maré de conflitos e de desordem seria por demais irresponsável.

Entre os sinais favoráveis que podemos discernir contam-se a força crescente de medidas tomadas em prol da ordem mundial, a partir do primeiro quartel deste século, através daconstituição da Liga das Nações, sucedida pela ainda mais ampla Organização das Nações Unidas; a independência obtida pela maioria das nações da terra após aII Guerra Mundial, fato que aponta para a conclusão do processo de construçãode nações, e a participação dessas nações mais jovens, juntamente com as maisantigas, na abordagem de questões de interesse mútuo; o grande aumento conseqüentemente verificado na cooperação, entre povos e grupos antes isoladose antagônicos, em empreendimentos internacionais nos domínios científicos,educativo, jurídico, econômico e cultural; o aparecimento durante as últimas décadas de um número sem precedentes de organizações humanitárias internacionais; a expansão de movimentos femininos e juvenis com o propósito depor fim às guerras; e a constituição espontânea de grupos cada vez maiores de pessoas comuns em busca de maior compreensão através da comunicação pessoal.”

Fiz um pequeno relato sobre minha doação para àquela manha de cerca de 20 livros e livretos bahá’ís de minhabiblioteca pessoal para a UNIVERSO, desde que a Professora Rosa Viana demonstrou no dia 15 deste mês no Paço Municipal da Prefeitura de Goiânia naabertura Oficial da Semana Municipal da Paz, de que gostaria muito de ter livros bahá’ís na biblioteca da universidade para que os alunos pudessem ter acessoao conhecimento da Fé Bahá’í, de seus princípios, de seu fundador e de quando foi fundada, pois, segundo ela, em suas aulas sempre tem falado sobre a existência desta mais recente religião no mundo solicitando que seus alunos pesquisem sobre a mesma. Desta forma fui tomada pelo sentimento de fazer minha contribuição como doadora destes livros para a UNIVERSO.

Relatei aos presentes que, em noite anterior enquanto eu estava separando estes livros para doar para aUNIVERSO, comentei com meu esposo que, aquela seria uma das maiores contribuições que eu poderia dar para a humanidade, pois, ao invés destes livros ficarem guardados em minha casa e sem saber que rumo minha família daria a eles após minha partida deste mundo, seria de maior valia estarem dentro deuma biblioteca em uma universidade, assim este ato seria perpetuado, dando a oportunidade aos alunos e ao longo dos anos muitos e muitos poderem conhecer melhor sobre a Fé Bahá’í e sobre os princípios que a regem, princípios estesque trarão um mundo melhor e o estabelecimento da paz na terra; assim meusnetos, bisnetos e toda minha descendência e a de todos que ali estavam poderiam usufruir de um mundo sem violência. A plateia arrancou um aplauso pelo feito.

Um fato marcante para mim nesta reunião foi que uma instituição denominada como: "A Educação pela PAZ", tendo como presidente o Dr. Clóvis Nunes, de Feira de Santana-BA, umdos maiores estudiosos da alma humana, parapsicólogo, físico, escritor econferencista internacional. A instituição segundo ele fora iniciada por quatropessoas e coordenada por ele pelo Brasil a fora, onde implanta em todos,principalmente nas crianças uma nova proposta: trocar a nossa cultura deviolência, que estamos imersos, pela da PAZ, que intimamente desejamos, mas nãosabemos como encontrá-la; disse em sua palestra que um dos seus projetos é acriação das Casas da Paz no Brasil, onde todos poderão ter livre acesso a estascasas para buscar livros, CDs, DVDs, músicas, obras, pessoas e tudo que se relaciona com a cultura de paz, e como construir um mundo mais justo e de paz.Estas casas seriam do povo e para o povo, onde cada cidadão seria o agente responsável pela boa administração destas. (Isto me emocionou e muito!).

Em minha saída da reunião, entreguei os livros a Professora de Filosofia Rosa Viana, coordenadora das ações pela Paz na UNIVERSO, e ela me disse que estes livros agora seriam destinados para a abertura da “Casa da Paz” em Goiânia, proposta pelo projeto do Dr. Clovis Nunesda instituição “Educação para a Paz”.

Hoje 2ª feira, ao conversar com a Professora Rosa Viana ela me disse que após a reunião de sábado na UNIVERSO ela conversou com o Professor Estevão Daltro—Presidente do Pró-Cerrado e ONG “Amigos da Paz’” sobre a abertura da Casa da Paz em Goiânia, e que no domingo novamente em conversa com o Secretario da Igualdade Racial Sr. José Eduardo da Silva sobre este assunto, ela contou –lhe sobre o recebimento desta doação de livros bahá’ís, e que chegaram a um consenso de que a “Casa da Paz” será fundada no Pró- Cerrado na responsabilidade do Professor Estevão Daltro, onde este realiza projetos sociais com adolescentes e jovens carentes, segundo ela os livrosbahá’ís serão levados para o Pró –Cerrado onde será aberta a “Casa da Paz”, eque também, na biblioteca da UNIVERSO ficarão os livros bahá’ís básicos onde explicam o que é a Fé Bahá’í e seus princípios fundamentais, ela solicitou oabastecimento de folhetos baháis nesta biblioteca da universidade. Sendo assim teremos duas bibliotecas, frutos das ações da Semana da Paz em Goiânia em parceria coma Comunidade Bahá’í de Goiânia e demais instituições.

Segundo a Professora Rosa Viana ela ficou tão encantada com o material que recebeu, que ela já está lendo alguns dos livros que foramdoados para a UNIVERSO.

Eu me comprometi continuar sendouma voluntária na doação de materiais bahá’ís relacionados à paz para estas instituições em Goiânia.

As bibliotecas estarão disponíveis para as pessoas que quiserem doar mais livros, materiais musicais,filmes ou obras de arte pela paz. Estarão disponíveis para qualquer pessoa que queira estudar, conhecer ou ficar bem informados sobre o que é a cultura de paz.

Parabéns ao Dr. Clóvis Nunes, aProfessora Rosa Viana e ao Professor Estevão Daltro pela iniciativa da criação daCasa da Paz em Goiânia.

Lista de nomes do livros que foram doados para a UNIVERSO:

-Bahá’u’lláh e a Nova Era

-Epístolas de Bahá’u’lláh

-Aos Povos do Mundo—A Promessa dapaz Mundial

-Chamado as Nações

-A Nova Ordem Mundial

-Vislumbres de Perfeição

-Orações Bahá’ís

-Educação Bahá’í

-A Promessa de Desarmamento e Paz

-Ki´tab –I-Qán—O livro da Certeza

-Jejum Bahá’í

-A Questão Bahá’í—A HumanidadeFerida

-Fé Bahá’í-Luz para todos (livreto)

(Entre outros livretos sobretemas da paz, todos bahá’ís)


Conheça o trabalho do Dr. Clóvis Nunes no site abaixo:



"A Educação pela PAZ", com Clóvis Nunes










Universidade Salgado de Oliveira -












A Banda SENTIDO CONTRÁRIO que tem hoje em sua formação Haroldo Menezes (Vocal), Estêvão Daltro (Vilão), Jairo Reis (Guitarra), Marcelo Resende (Bateria) e José Carlos (Baixo), iniciou suas atividades no ano de 2001 com apresentações em Escolas e Instituições de Ensino.













“É para esta meta –a meta de uma Nova Ordem Mundial, divina em origem, deâmbito irrestrito. Equitativa em seus princípios, e de características desafiadoras—que a humanidade atribulada deve dirigir seus esforços”—Escritos bahá’ís.
















Catarina Cavalcante de Jesus

Relações Públicas da Fé Bahá’í emGoiânia

"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

SEMANA DA CULTURA DE PAZ FOI LANÇADA PELA PREFEITURA DE GOIÂNIA

SEMANA DA CULTURA DE PAZ FOI LANÇADA PELA PREFEITURA DE GOIÂNIA

Assessoria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial tem programação até o dia 25


A Semana da Cultura de Paz de Goiânia foi aberta oficialmente na manhã desta quinta-feira, 15, em solenidade no Paço Municipal, com o hasteamento da bandeira da paz e apresentações culturais. O evento prossegue até o dia 21 e é organizado pela Prefeitura de Goiânia, através da Assessoria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (Asppir). O Dia da Cultura da Paz em Goiânia foi instituído pela Lei 8929, de 20 de julho de 2010, sancionada pelo prefeito Paulo Garcia, que criou também o Grupo de Cultura de Paz.

Segundo o assessor de Igualdade Racial, José Eduardo da Silva, o Grupo de Cultura de Paz tem o objetivo de articular, de forma integrada, ações das secretarias, autarquias e empresas públicas que compõem o governo municipal para a instalação do projeto de cultura da paz na capital. “O grupo é formado por mais de 30 entidades da sociedade civil, que trabalham em parceria com a Prefeitura de Goiânia”. A primeira preocupação do grupo, conforme José Eduardo, é criar ações de enfrentamento através de políticas públicas na busca de uma educação de qualidade, de moradia digna, entre outras ações do governo municipal.

O prefeito Paulo Garcia foi representado pelo secretário de Governo do município, Osmar Magalhães. Participaram do evento o presidente da Agência Municipal de Trânsito (AMT), Miguel Tiago, o Secretário de Planejamento da Prefeitura de Goiânia, Roberto Elias, a presidente da Organização das Voluntárias do Judiciário (OVJ), Maria Otália Lenza, a promotora de Justiça Simone de Sá Campos, coordenadora do Centro de Apoio à Educação do Ministério Público de Goiás, entre outras autoridades e representantes de organizações não-governamentais e iniciativa privada, parceiros da Prefeitura de Goiânia no projeto.

Crianças da Rede Municipal de Educação fizeram apresentações culturais após a abertura oficial do evento, além do lançamento de um livro e de uma exposição de quadros no saguão do Paço Municipal. A programação da Semana da Paz será encerrada no dia 25, no Bosque dos Buritis, onde fica o monumento da paz.

Programação
Dia 16, sexta-feira8h às 17h – Curso:
A arte de viver em Paz Instituição: Unipaz – Universidade Internacional da Paz.Metodologia premiada e reconhecida pela Unesco como modelo e referência de Educação para a Paz. Local: Rua 1.130, nº 335, Setor Marista. As inscrições podem ser feitas gratuitamente pelo telefone 3941-5556.

Dia 17, sábado
Instituição: Universidade Salgado de Oliveira e Rede pela Paz9h – Celebração da Primavera da Paz: Universo, Auditório CPJLocal: Rua 105-B, Setor Sul, 185

Dia 18, domingo
Instituição: Rede Pela Paz9h –1º Baby Cross “Crianças da Paz” (0 a 6 anos) – Coord. AciegLocal: Alameda Ricardo Paranhos (inscrições e regulamento) na Acieg (Rua 14, nº 50, Setor Oeste)16h30 – Caminhada da PazInstituição: Rede pela Paz e Assessoria da Igualdade RacialLocal: Parque Vaca Brava

Dia 19, segunda-feira
Instituição AIB- Associação de Idosos de Goiânia15h – Encontro de gerações: contação de história na Creche Santa RitaBrincadeiras e entrega de presentes da AIB para as crianças da instituiçãoLocal: Rua R-17 A nª 111 Qd- X Lt. 41/43

Dia 21, quarta-feira
Encerramento da Semana Municipal de Cultura de Paz 18h – Monumento da Paz Instituição: Fé-Bahá ìLocal: Rua 1, nº 605, Bosque dos Buritis, Setor Oeste

Dia 25, domingo às 17:00 h
Encerramento da Semana da Primavera da Paz 17h – Monumento da Paz Instituição: Fé-Bahá ìLocal: Rua 1, nº 605, Bosque dos Buritis, e Rede Permanente Pela Paz.

"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

Semana de Cultura de Paz em Goiânia

Programação prefeitura de Goiânia
Semana de Cultura de Paz
Grupo de trabalho da Paz 2011













Dia 15 quinta-feira
8:00h – Abertura Oficial
Local: Paço Municipal (área externa)
Hasteamento: da bandeira da Paz

10:00h – (área interna)
Instituição: Fé-Báhaì
Lançamento do livro: O Mercador e o Papagaio
Autor: psiquiatra Nossrat Peseschkian
Temática: Relacionamentos e culturas.

10:30 - (área Interna)
Instituição: Associação Goiânia de artes Visuais
Exposição de Arte – artista Plástico Sanatam e outros convidados especiais.

Dia: 16 sexta-feira
8:00h ás 17:00 h – Curso: A arte de viver em Paz
Instituição: Unipaz – Universidade Internacional da Paz.
Metodologia premiada e reconhecida pela UNESCO como modelo e referencia de Educação para a Paz.
Local: Rua 1130 nº 335, Setor Marista Fone: (62) 39415556
Dia: 17 sábado
Instituição: Universidade Salgado de Oliveira e Rede pela Paz
9:00h – Celebração da Primavera da Paz: UNIVERSO, Auditório CPJ.
Local: Rua 105-B, Setor Sul, 185.

Dia: 18 domingo
Instituição: Rede Pela Paz
9:00 –1º Baby Cross “Crianças da Paz” (0 a 6 anos) – Coord. ACIEG
Local: Alameda Ricardo Paranhos (inscrições e regulamento) na ACIEG,
rua 14 nº 50, Setor Oeste.
16:00h – Caminhada da Paz, Parque Vaca Brava

Dia: 19 segunda – feira
Instituição AIB- associação de idosos de Goiânia
15:00 – Encontro de gerações: contação de história na Creche Santa Rita.
Brincadeiras e entrega de presentes da AIB para as crianças da instituição.
Local: Rua R-17 A nª 111 Qd- X Lt. 41/43

Dia: 21 quarta-feira
Encerramento da Semana Municipal de Cultura de Paz
18:00h – Monumento da Paz
Instituição: Fé-Bahá ì
Local: Rua 1, nº 605, Bosque dos Buritis, Setor Oeste


"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

Convênio de Deus é alvo de estudo em Goiânia


23/9/2011 16:38:47

De 2 a 4 de setembro de 2011, bahá'ís de Goiânia (GO) e de cidades vizinhas participaram do estudo da primeira parte do Livro 8 – o mais recente lançamento da sequência de cursos do Instituto Ruhí de Capacitação1. Este volume trata com profundidade do tema “O Convênio de Deus”, um tema recorrente em todas as grandes religiões. O estudo foi facilitado pelo Sr. Rolf Von Czekus, membro da Assembleia Espiritual Nacional2 do Brasil; e pela Sra. Glória Walker, membro do Corpo Auxiliar3 de Proteção da Causa de Deus do Brasil.

A Casa Universal de Justiça4 explica que, no sentido religioso, ”um Convênio é um compromisso entre Deus e a humanidade, pelo qual Deus requer dos seres humanos certa conduta em troca da qual Ele garante certas bênçãos, ou por meio do qual Ele concede aos seres humanos certos favores em troca dos quais Ele espera daqueles que os aceitam o compromisso de se comportarem de certo modo”.

A segunda parte do estudo em Goiânia está prevista para acontecer em novembro. Uma outra turma será iniciada na cidade de Anápolis (GO), reunindo-se inicialmente entre os dias 30 de setembro e 2 de outubro. Quem tiver interesse em participar devem entrar em contato com Glória Walker pelo endereço eletrônico gloriadelfim@gmail.com ou pelo celular (61) 9951-4617.

Histórico

O Instituto Ruhí de Capacitação surgiu em 1987 como uma iniciativa da comunidade bahá'í da Colômbia. Ao longo dos anos, uma série de livros e outros materiais foram desenvolvidos, todos com o objetivo de facilitar o aprofundamento em questões espirituais e proporcionar a capacitação para o serviço à humanidade. Devido ao êxito desta iniciativa, que se baseia no estudo colaborativo dos temas apresentados, o método passou a ser utilizado por toda a comunidade bahá'í mundial.

Os cursos desenvolvidos pelo Instituto abordam a reflexão sobre a vida do espírito, a oração, a vida após a morte, a educação espiritual de crianças e pré-jovens, o serviço à humanidade, a história das Figuras Centrais da Fé Bahá'í e outros temas edificantes. Hoje, os materiais e metodologias são utilizados em todos os países do mundo, incluindo bahá'ís e pessoas de outras religiões no estudo sistemático da palavra criativa e de sua aplicação prática na realidade das comunidades.

Para saber mais sobre os cursos oferecidos pelo Instituto Ruhí de Capacitação no Brasil, entre em contato com a comunidade bahá'í mais próxima ou escreva para info@bahai.org.br.

1
http://ruhi.org/

2
A Assembleia Espiritual Nacional é o corpo administrativo eleito pelos bahá'ís de um país durante sua Convenção Nacional. Não há propaganda ou qualquer indicação prévia. O propósito da Assembleia é administrar as questões relacionadas com o trabalho realizado pelos bahá'ís em todo país e encorajá-los em suas atividades.

3
O Corpo Auxiliar é uma instituição composta por indivíduos designados para ajudar no ensino e proteção da Fé Bahá'í, prestando assistência às diversas comunidades em um determinado país.

4
A Casa Universal de Justiça é o órgão máximo da Fé Bahá'í a nível mundial. Para saber mais, acesse http://info.bahai.org/portuguese/uhj.html




"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

6 de set de 2011

Curso do Livro 8 do Instituto Huhi em Goiânia--"O Convênio de Deus"

Estiveram presentes em Goiânia neste último final de semana, de 02 á 04 de setembro, os Srs. Rolf Von Czékus,e Glória Walker,ele, Conselheiro Continental para as Américas, ela, Membro do Corpo Auxiliar de expansão da Fé Bahá'í. Onde foi facilitado o Livro 8 do Instituto Ruhi, chamado: "O Convênio de Deus". O curso teve duração de três dias, repletos de amor e emoção a cada paragrafo que ia sendo estudado.O local deste encontro foi a Sede Bahá'í de Goiânia.


Sr. Rolf Von Czékus




"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

31 de ago de 2011

Bahá'ís de todo o Brasil se mobilizam para 4ª Caminhada pela Liberdade Religiosa

Bahá'ís de todo o Brasil se mobilizam para 4ª Caminhada pela Liberdade Religiosa





A Caminhada pela Liberdade Religiosa, organizada pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa do Rio de Janeiro - CCIR, já se tornou um evento tradicional do calendário nacional. Em sua 4ª edição, a Caminhada promete agitar a orla da praia de Copacabana - Rio de Janeiro com a presença de pessoas das mais variadas religiões.


Os bahá'ís -- que em junho passado mobilizaram as representações religiosas e outros grupos da sociedade civil e do governo para pedir a libertação das sete lideranças bahá'ís presas no Irã desde 2008 e condenadas a 20 anos de prisão -- marcarão presença maciça na Caminhada do dia 18 de setembro.

"É uma oportunidade de chamarmos a atenção de toda a população brasileira para as injustiças e para o preconceito sofridos pelas pessoas que seguem diferentes religiões existentes no Brasil", diz Mary Aune, representante da Comunidade Bahá'í do Brasil. "Nosso compromisso vai além da defesa dos bahá'ís perseguidos no Irã. Temos de lutar para que todas as pessoas possam ter garantido o seu direito à liberdade de crença e religião", completa Mary.

A representante bahá'í ressalta que o apoio das demais religiões durante o evento de junho foi essencial para a sensibilização da sociedade. "Ficamos muito felizes de ter tantos representantes religiosos participando do evento, e as falas realmente nos emocionaram pela profundidade do sentimento de que qualquer perseguição com base na religião do indivíduo é um tema que precisa ser tratado por todas as religiões, por todas as pessoas, em todas as partes do mundo", diz ela.

O apoio dos bahá'ís do Brasil à Caminhada -- realizada tradicionalmente no mês de setembro -- vem desde a sua primeira edição. Sérgio Bonato, da comunidade bahá'í do Rio de Janeiro que participou da 2ª edição da Caminhada, em 2009, descreveu o evento como "uma experiência de convívio, amor e muita fé". Ele lembra que, na ocasião, os bahá'ís prepararam uma faixa com um dos ensinamentos de Bahá'u'lláh (Profeta Fundador da Fé Bahá'í) em que se lia: "A paz não é somente possível, mas inevitável". A faixa foi carregada por pessoas de diferentes religiões durante todo o percurso da Caminhada, numa demonstração de que esta é uma crença (e também um anseio) comum a todos.

Para esta 4ª edição, cujo lema é "Caminhando a Gente se Entende", estão previstas milhares de pessoas, além da participações especiais de artistas renomados. Caravanas representando grupos de todas as tradições religiosas sairão de diversas partes do país. "A expectativa é que, só de bahá'ís, sejam cerca de 500 pessoas, vindo de pelo menos quatro estados da Federação", afirma Mary.

Para mais informações, acesse a página oficial da CCIR - www.eutenhofe.org.br ou assista ao vídeo de divulgação.

Para saber mais sobre a mobilização bahá'í, escreva para sasg@bahai.org.br ou acesse a página Libertem os 7 Baháis Presos no Irã no Facebook





Postado por Secretaria Nacional de Ações com a Sociedade e o Governo - SASG


"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

15 de mai de 2011

Comunidades bahá'ís por todo o mundo elegem suas Assembleias Espirituais Nacionais




As eleições para as instituições nacionais bahá’ís no mundo inteiro ocorrem durante convenções realizadas entre 21 de abril e 2 de maio – datas que marcam o início e término do festival do Ridván, período sagrado do calendário bahá'í que comemora a proclamação pública de Bahá'u'lláh como Mensageiro Divino para a época em que vivemos.

A Convenção Nacional dos Bahá'ís do Brasil comemorou em 2011 – ano 168 da Era Bahá'í – sua 51ª edição. Membros de diferentes localidades do país foram eleitos para o mandato que tem validade até abril de 2012. São eles: Foad Shaikhzadeh e Neissan Monadjem, de São Paulo (SP); Rolf von Czekus, de Lauro de Freitas (BA); Antônio Gabriel Marques Filho e Heather May McLane Marques, de Salvador (BA); Iradj Roberto Eghrari, Carlos Alberto Silva e Guitty Masrour Milani, de Brasília (DF); e Catherine May Monajjem, de Iranduba (AM). Sua responsabilidade será administrar os assuntos relacionados ao progresso da Fé Bahá'í no Brasil, com seus mais de 65 mil adeptos e suas atividades de transformação espiritual e social em franca expansão por todo o país.

Os bahá'ís brasileiros estão espalhados por todas as capitais e mais de 1500 municípios das cinco regiões do país. Assim como em todo o mundo, suas atividades incluem a realização de reuniões de oração que fortalecem o caráter devocional da sociedade em que se inserem; aulas de educação espiritual para crianças e adolescentes, voltadas para o atendimento de suas necessidades espirituais e a canalização de suas energias para o serviço à humanidade; e círculos de estudo que capacitam os participantes a aplicar os ensinamentos espirituais na transformação de suas vidas e da comunidade à sua volta. Todas essas atividades são abertas à participação do público em geral, sendo oferecidas gratuitamente em cada localidade atendida.


Eleições pelo mundo

Na Espanha, os bahá'ís se reuniram pela quinquagésima vez para eleger sua Assembleia Nacional. Como parte do programa da Convenção Nacional espanhola, delegados e visitantes ouviram relatos sobre eleições anteriores, apresentados com amor e graciosidade por indivíduos que delas participaram.

O senhor Rouhollah Mehrabkhani – agora com 90 anos de idade – chegou do Irã nos anos de 1950 para ajudar a estabelecer uma comunidade na Espanha. Ele estava entre os nove membros eleitos para a primeira Assembleia Espiritual Nacional daquele país em 1962. “Acredito que podemos aprender um bocado sobre o trabalho de ajudar aos outros a partir das qualidades daqueles primeiros bahá’ís”, disse o Sr. Mehrabkhani.

“Eles estavam dispostos a sacrificar seu conforto material para promover os melhores interesses de sua comunidade e concidadãos, sendo que alguns deles sofreram até mesmo aprisionamento e expulsão do país devido aos seus serviços bahá’ís durante o regime autoritário de Franco”, contou ele, relembrando a vida durante o governo do então líder espanhol.

Os bahá'ís de Burundi, no leste da África, tiveram um motivo especial para celebrar a eleição de sua Assembleia Nacional: em 17 anos, esta é a primeira vez que puderam realizar a Convenção Nacional em seu país, marcado por um longo período de guerra civil. A Fé Bahá'í chegou àquela região na década de 1950, mas os conflitos durante as décadas recentes dificultaram a administração dos assuntos relacionados à comunidade bahá'í.

“Todos estão muito, muito felizes que depois de tanto tempo os bahá'ís de Burundi possam re-eleger sua Assembleia Nacional”, disse Ahmad Parsa, que acompanhou a eleição como representante do Corpo Continental de Conselheiros da África. “E não são apenas os bahá'ís de Burundi que estão felizes”, complementou o Conselheiro. “Nos países vizinhos, as pessoas também estão vibrando de felicidade por essa eleição”, disse ele.

A eleição ocorreu na sede nacional bahá'í, localizada em um dos bairros da capital, Bujumbura. Entre os delegados participantes da Convenção Nacional de Burundi estavam três membros do antigo povo pigmeu conhecido como Batwa, tradicionalmente vítima de preconceitos étnicos e exclusão da sociedade. Um deles, Delphin Sebitwa, está entre os nove membros eleitos para servir na nova Assembleia Espiritual Nacional.

"Acho que nós ainda não somos capazes de compreender a importância deste momento”, disse o Conselheiro Parsa. "Espero que esta nova luz que foi acesa durante essa eleição possa iluminar todo o país”, declarou.


Para saber mais sobre as eleições bahá'ís em diversas partes do mundo, acesse a página do Bahá'í World News Service em www.bwns.org

Para mais informações sobre a comunidade bahá'í do Brasil, sua estrutura administrativa e atividades, acesse www.bahai.org.br ou escreva para info@bahai.org.br.


Fonte:
http://www.bahai.org.br/novaaben/noticias.asp?IDNoticia=2909


"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos"-Bahá'u'lláh-

17 de jan de 2011

Festa de Dezenove Dias na Sede Bahá'í de Goiânia



Dia 18 de janeiro

Festa de Dezenove Dias na Sede Bahá'í de Goiânia



Mês bahá’í Sultán – Soberania, 19 de janeiro de 2011

Compareçam

Rua C 234, QD. 576, Lt 02. Bairro Nova Suíça.
Abaixo da Panificadora Della, Goiânia - GO, 74280-330
(0xx)62 3253-1240 ou 3224-0784



"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos"-Bahá'u'lláh-

                            Quando a Semente Germina e dá Belos Frutos.                                  Uma História de fé, encantadora! ...