24 de set de 2011

Semana Primavera da Paz e XXVIII Semana Bahá’í de Goiânia

Universidade Salgado de Oliveira—UNIVERSO




Semana da Primavera da Paz na UNIVERSO-Universidade Salgado de Oliveira, na oportunidade estavam presentes representantesda UNIPAZ-Goiás, Ministério Público de Goiânia, Grupo de Trabalho da Paz-GT da Paz da prefeitura de Goiânia, Rede Permanente Pela Paz, Projeto Educação para aPaz, Amigos da Paz entre outras instituições representadas se reuniram para oficializar a abertura das ações pela paz em Goiânia.

Como Representante da Comunidade Bahá’í de Goiânia tive a oportunidade de falar um pouco sobre a Fé Bahá’í eseus princípios, seu Fundador, e sobre o Monumento a Paz em Goiânia. Nesta ocasião achei oportuno fazer uma leitura dos parágrafos da mensagem:



A Promessa da Paz Mundial.

“Aos Povos do Mundo:

A Grande Paz - para a qual as pessoas de boa vontade orientaram os seus corações através dos séculos, acercada qual inúmeras gerações de profetas e poetas expressaram as suas visões, ecuja promessa foi continuamente reafirmada ao longo das eras nas escrituras sagradas da humanidade - encontra-se agora, finalmente, ao alcance das nações.Pela primeira vez na História, é agora possível ver o planeta em sua totalidade, com os seus mil e um povos diversificados, a partir da mesma perspectiva. A paz mundial não é somente possível, mas inevitável. É o próximo estágio na evolução deste planeta - ou, conforme disse um grande pensador,"a planetização da humanidade".

Se essa paz será alcançada somente depois de horrores inimagináveis, precipitados pelo apego obstinado da humanidade a velhos padrões de comportamento, ou se será concretizada agoraatravés de um ato de vontade coletiva - eis a escolha que se oferece a todos osque habitam a Terra. Nesta conjuntura crítica, em que os problemas de difícil tratamento que confrontam as nações foram fundidos numa preocupação comum pelobem-estar do mundo todo, a nossa inércia face à maré de conflitos e de desordem seria por demais irresponsável.

Entre os sinais favoráveis que podemos discernir contam-se a força crescente de medidas tomadas em prol da ordem mundial, a partir do primeiro quartel deste século, através daconstituição da Liga das Nações, sucedida pela ainda mais ampla Organização das Nações Unidas; a independência obtida pela maioria das nações da terra após aII Guerra Mundial, fato que aponta para a conclusão do processo de construçãode nações, e a participação dessas nações mais jovens, juntamente com as maisantigas, na abordagem de questões de interesse mútuo; o grande aumento conseqüentemente verificado na cooperação, entre povos e grupos antes isoladose antagônicos, em empreendimentos internacionais nos domínios científicos,educativo, jurídico, econômico e cultural; o aparecimento durante as últimas décadas de um número sem precedentes de organizações humanitárias internacionais; a expansão de movimentos femininos e juvenis com o propósito depor fim às guerras; e a constituição espontânea de grupos cada vez maiores de pessoas comuns em busca de maior compreensão através da comunicação pessoal.”

Fiz um pequeno relato sobre minha doação para àquela manha de cerca de 20 livros e livretos bahá’ís de minhabiblioteca pessoal para a UNIVERSO, desde que a Professora Rosa Viana demonstrou no dia 15 deste mês no Paço Municipal da Prefeitura de Goiânia naabertura Oficial da Semana Municipal da Paz, de que gostaria muito de ter livros bahá’ís na biblioteca da universidade para que os alunos pudessem ter acessoao conhecimento da Fé Bahá’í, de seus princípios, de seu fundador e de quando foi fundada, pois, segundo ela, em suas aulas sempre tem falado sobre a existência desta mais recente religião no mundo solicitando que seus alunos pesquisem sobre a mesma. Desta forma fui tomada pelo sentimento de fazer minha contribuição como doadora destes livros para a UNIVERSO.

Relatei aos presentes que, em noite anterior enquanto eu estava separando estes livros para doar para aUNIVERSO, comentei com meu esposo que, aquela seria uma das maiores contribuições que eu poderia dar para a humanidade, pois, ao invés destes livros ficarem guardados em minha casa e sem saber que rumo minha família daria a eles após minha partida deste mundo, seria de maior valia estarem dentro deuma biblioteca em uma universidade, assim este ato seria perpetuado, dando a oportunidade aos alunos e ao longo dos anos muitos e muitos poderem conhecer melhor sobre a Fé Bahá’í e sobre os princípios que a regem, princípios estesque trarão um mundo melhor e o estabelecimento da paz na terra; assim meusnetos, bisnetos e toda minha descendência e a de todos que ali estavam poderiam usufruir de um mundo sem violência. A plateia arrancou um aplauso pelo feito.

Um fato marcante para mim nesta reunião foi que uma instituição denominada como: "A Educação pela PAZ", tendo como presidente o Dr. Clóvis Nunes, de Feira de Santana-BA, umdos maiores estudiosos da alma humana, parapsicólogo, físico, escritor econferencista internacional. A instituição segundo ele fora iniciada por quatropessoas e coordenada por ele pelo Brasil a fora, onde implanta em todos,principalmente nas crianças uma nova proposta: trocar a nossa cultura deviolência, que estamos imersos, pela da PAZ, que intimamente desejamos, mas nãosabemos como encontrá-la; disse em sua palestra que um dos seus projetos é acriação das Casas da Paz no Brasil, onde todos poderão ter livre acesso a estascasas para buscar livros, CDs, DVDs, músicas, obras, pessoas e tudo que se relaciona com a cultura de paz, e como construir um mundo mais justo e de paz.Estas casas seriam do povo e para o povo, onde cada cidadão seria o agente responsável pela boa administração destas. (Isto me emocionou e muito!).

Em minha saída da reunião, entreguei os livros a Professora de Filosofia Rosa Viana, coordenadora das ações pela Paz na UNIVERSO, e ela me disse que estes livros agora seriam destinados para a abertura da “Casa da Paz” em Goiânia, proposta pelo projeto do Dr. Clovis Nunesda instituição “Educação para a Paz”.

Hoje 2ª feira, ao conversar com a Professora Rosa Viana ela me disse que após a reunião de sábado na UNIVERSO ela conversou com o Professor Estevão Daltro—Presidente do Pró-Cerrado e ONG “Amigos da Paz’” sobre a abertura da Casa da Paz em Goiânia, e que no domingo novamente em conversa com o Secretario da Igualdade Racial Sr. José Eduardo da Silva sobre este assunto, ela contou –lhe sobre o recebimento desta doação de livros bahá’ís, e que chegaram a um consenso de que a “Casa da Paz” será fundada no Pró- Cerrado na responsabilidade do Professor Estevão Daltro, onde este realiza projetos sociais com adolescentes e jovens carentes, segundo ela os livrosbahá’ís serão levados para o Pró –Cerrado onde será aberta a “Casa da Paz”, eque também, na biblioteca da UNIVERSO ficarão os livros bahá’ís básicos onde explicam o que é a Fé Bahá’í e seus princípios fundamentais, ela solicitou oabastecimento de folhetos baháis nesta biblioteca da universidade. Sendo assim teremos duas bibliotecas, frutos das ações da Semana da Paz em Goiânia em parceria coma Comunidade Bahá’í de Goiânia e demais instituições.

Segundo a Professora Rosa Viana ela ficou tão encantada com o material que recebeu, que ela já está lendo alguns dos livros que foramdoados para a UNIVERSO.

Eu me comprometi continuar sendouma voluntária na doação de materiais bahá’ís relacionados à paz para estas instituições em Goiânia.

As bibliotecas estarão disponíveis para as pessoas que quiserem doar mais livros, materiais musicais,filmes ou obras de arte pela paz. Estarão disponíveis para qualquer pessoa que queira estudar, conhecer ou ficar bem informados sobre o que é a cultura de paz.

Parabéns ao Dr. Clóvis Nunes, aProfessora Rosa Viana e ao Professor Estevão Daltro pela iniciativa da criação daCasa da Paz em Goiânia.

Lista de nomes do livros que foram doados para a UNIVERSO:

-Bahá’u’lláh e a Nova Era

-Epístolas de Bahá’u’lláh

-Aos Povos do Mundo—A Promessa dapaz Mundial

-Chamado as Nações

-A Nova Ordem Mundial

-Vislumbres de Perfeição

-Orações Bahá’ís

-Educação Bahá’í

-A Promessa de Desarmamento e Paz

-Ki´tab –I-Qán—O livro da Certeza

-Jejum Bahá’í

-A Questão Bahá’í—A HumanidadeFerida

-Fé Bahá’í-Luz para todos (livreto)

(Entre outros livretos sobretemas da paz, todos bahá’ís)


Conheça o trabalho do Dr. Clóvis Nunes no site abaixo:



"A Educação pela PAZ", com Clóvis Nunes










Universidade Salgado de Oliveira -












A Banda SENTIDO CONTRÁRIO que tem hoje em sua formação Haroldo Menezes (Vocal), Estêvão Daltro (Vilão), Jairo Reis (Guitarra), Marcelo Resende (Bateria) e José Carlos (Baixo), iniciou suas atividades no ano de 2001 com apresentações em Escolas e Instituições de Ensino.













“É para esta meta –a meta de uma Nova Ordem Mundial, divina em origem, deâmbito irrestrito. Equitativa em seus princípios, e de características desafiadoras—que a humanidade atribulada deve dirigir seus esforços”—Escritos bahá’ís.
















Catarina Cavalcante de Jesus

Relações Públicas da Fé Bahá’í emGoiânia

"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos" -Bahá'u'lláh-

Nenhum comentário: