15 de mai de 2011

Comunidades bahá'ís por todo o mundo elegem suas Assembleias Espirituais Nacionais




As eleições para as instituições nacionais bahá’ís no mundo inteiro ocorrem durante convenções realizadas entre 21 de abril e 2 de maio – datas que marcam o início e término do festival do Ridván, período sagrado do calendário bahá'í que comemora a proclamação pública de Bahá'u'lláh como Mensageiro Divino para a época em que vivemos.

A Convenção Nacional dos Bahá'ís do Brasil comemorou em 2011 – ano 168 da Era Bahá'í – sua 51ª edição. Membros de diferentes localidades do país foram eleitos para o mandato que tem validade até abril de 2012. São eles: Foad Shaikhzadeh e Neissan Monadjem, de São Paulo (SP); Rolf von Czekus, de Lauro de Freitas (BA); Antônio Gabriel Marques Filho e Heather May McLane Marques, de Salvador (BA); Iradj Roberto Eghrari, Carlos Alberto Silva e Guitty Masrour Milani, de Brasília (DF); e Catherine May Monajjem, de Iranduba (AM). Sua responsabilidade será administrar os assuntos relacionados ao progresso da Fé Bahá'í no Brasil, com seus mais de 65 mil adeptos e suas atividades de transformação espiritual e social em franca expansão por todo o país.

Os bahá'ís brasileiros estão espalhados por todas as capitais e mais de 1500 municípios das cinco regiões do país. Assim como em todo o mundo, suas atividades incluem a realização de reuniões de oração que fortalecem o caráter devocional da sociedade em que se inserem; aulas de educação espiritual para crianças e adolescentes, voltadas para o atendimento de suas necessidades espirituais e a canalização de suas energias para o serviço à humanidade; e círculos de estudo que capacitam os participantes a aplicar os ensinamentos espirituais na transformação de suas vidas e da comunidade à sua volta. Todas essas atividades são abertas à participação do público em geral, sendo oferecidas gratuitamente em cada localidade atendida.


Eleições pelo mundo

Na Espanha, os bahá'ís se reuniram pela quinquagésima vez para eleger sua Assembleia Nacional. Como parte do programa da Convenção Nacional espanhola, delegados e visitantes ouviram relatos sobre eleições anteriores, apresentados com amor e graciosidade por indivíduos que delas participaram.

O senhor Rouhollah Mehrabkhani – agora com 90 anos de idade – chegou do Irã nos anos de 1950 para ajudar a estabelecer uma comunidade na Espanha. Ele estava entre os nove membros eleitos para a primeira Assembleia Espiritual Nacional daquele país em 1962. “Acredito que podemos aprender um bocado sobre o trabalho de ajudar aos outros a partir das qualidades daqueles primeiros bahá’ís”, disse o Sr. Mehrabkhani.

“Eles estavam dispostos a sacrificar seu conforto material para promover os melhores interesses de sua comunidade e concidadãos, sendo que alguns deles sofreram até mesmo aprisionamento e expulsão do país devido aos seus serviços bahá’ís durante o regime autoritário de Franco”, contou ele, relembrando a vida durante o governo do então líder espanhol.

Os bahá'ís de Burundi, no leste da África, tiveram um motivo especial para celebrar a eleição de sua Assembleia Nacional: em 17 anos, esta é a primeira vez que puderam realizar a Convenção Nacional em seu país, marcado por um longo período de guerra civil. A Fé Bahá'í chegou àquela região na década de 1950, mas os conflitos durante as décadas recentes dificultaram a administração dos assuntos relacionados à comunidade bahá'í.

“Todos estão muito, muito felizes que depois de tanto tempo os bahá'ís de Burundi possam re-eleger sua Assembleia Nacional”, disse Ahmad Parsa, que acompanhou a eleição como representante do Corpo Continental de Conselheiros da África. “E não são apenas os bahá'ís de Burundi que estão felizes”, complementou o Conselheiro. “Nos países vizinhos, as pessoas também estão vibrando de felicidade por essa eleição”, disse ele.

A eleição ocorreu na sede nacional bahá'í, localizada em um dos bairros da capital, Bujumbura. Entre os delegados participantes da Convenção Nacional de Burundi estavam três membros do antigo povo pigmeu conhecido como Batwa, tradicionalmente vítima de preconceitos étnicos e exclusão da sociedade. Um deles, Delphin Sebitwa, está entre os nove membros eleitos para servir na nova Assembleia Espiritual Nacional.

"Acho que nós ainda não somos capazes de compreender a importância deste momento”, disse o Conselheiro Parsa. "Espero que esta nova luz que foi acesa durante essa eleição possa iluminar todo o país”, declarou.


Para saber mais sobre as eleições bahá'ís em diversas partes do mundo, acesse a página do Bahá'í World News Service em www.bwns.org

Para mais informações sobre a comunidade bahá'í do Brasil, sua estrutura administrativa e atividades, acesse www.bahai.org.br ou escreva para info@bahai.org.br.


Fonte:
http://www.bahai.org.br/novaaben/noticias.asp?IDNoticia=2909


"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos"-Bahá'u'lláh-

Nenhum comentário: