23 de out de 2007

Esperanto: o idioma da paz e da fraternidade

Publicada em: 22/10/2007
Autor: União Planetária


Luis Zamenhof - criador do Esperanto

A comunicação é uma habilidade natural dos seres humanos. No entanto, há ocasiões em que ela se torna difícil em razão da chamada barreira idiomática. Para o entendimento verbal com pessoas que não falam o nosso idioma precisamos investir muito tempo e dinheiro em aprender outras línguas. No entanto, há uma maneira muito prática de se comunicar com pessoas do mundo inteiro, falando um único idioma: a língua internacional esperanto.

O esperanto é uma língua internacional planejada, concebida pelo polonês Luís Zamenhof em 1887 e alimentada desde então pelas aspirações de paz e fraternidade de pessoas de todos os continentes. Sua finalidade é servir de meio de comunicação entre pessoas que falam idiomas diferentes. Seu aprendizado é relativamente fácil porque ele possui um alfabeto fonético, uma estrutura gramatical regular e um sistema simplificado de formação de palavras. Estudando duas ou três vezes por semana é possível aprender o esperanto em poucos meses.

Há milhares de pessoas que falam o esperanto, hoje presente em mais de cem países do mundo. Milhares de obras já estão publicadas nesse idioma, sejam originais ou traduzidas de diversas culturas. Cerca de uma centena de periódicos são editados regularmente em esperanto. Há filmes, músicas e sites na Internet, de modo que o esperanto é de fato uma realidade em todo o mundo.


"A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos"
-Bahá'u'lláh-

Nenhum comentário: